O Rio Grande do Norte responde sozinho por mais de 30% de toda capacidade eólica instalada no Brasil. A informação é do Departamento de Pesquisas do Centro de Estratégias em Recursos Naturais e Energia (Cerne)

A marca recorde dos 3GW de potência eólica instalada foi atingida no último dia 10 de setembro, com a entrada em operação comercial do parque eólico Vila Pará I, no município de Serra do Mel. O empreendimento é de propriedade da empresa francesa Voltalia.

Com a operação do parque, o estado chega a uma capacidade efetiva de 3.008,76 MW, o que representa 31,86% de toda a capacidade eólica instalada no Brasil. No total, são 1.562 aerogeradores em funcionamento, distribuídos em 110 usinas instaladas por todo o Estado.

Os municípios de João Câmara e Parazinho são os que mais concentram atividade eólica. Juntos eles geram mais de 1000MW em 46 parques eólicos.

Para efeito de comparação, essa capacidade de energia produzida pela força dos ventos é capaz de abastecer aproximadamente 4,7 milhões de residências mensalmente.

Ao todo, a energia eólica representa entre US$ 10 e 12 bilhões de dólares em investimentos somente no RN. Aproximadamente 33% desse valor é formado por investimentos locais.

Fonte: Novo Jornal