Uma única peça de mobiliário urbano a concentrar várias possibilidades. Eficiência energética, conectividade de banda larga, aumento da cobertura de redes móveis e controlo através de um sistema de gestão baseado na nuvem. São algumas das oportunidades oferecidas pelo poste de iluminação desenvolvido pela Philips e pela Ericsson. O Mobile World Congress, em Barcelona, foi o palco escolhido para a apresentação da solução de iluminação inteligente para as cidades, que em tudo se assemelha a um típico poste de iluminação, excepto na promessa de revolucionar a conectividade urbana.

De acordo com o Ericsson Mobility Report 2016, o tráfego de dados deverá crescer nove vezes até 2020, representando um desafio para as operadoras de redes móveis, no que respeita à eficiência da sua cobertura. É precisamente aqui que o poste de iluminação da Philips Lighting, desenhado para o mercado europeu, tem uma proposta aliciante: a possibilidade de implementação de estações rádio-base, abrindo caminho à melhoria da extensão e da cobertura de rede LTE/4G. O poste, que se insere no universo da conectividade da Internet das Coisas (IoT), combina, de uma forma que passa despercebida, a iluminação LED com a “tecnologia avançada de pequenas células da Ericsson”, que oferece conectividade de banda larga de alta velocidade. O responsável de Venture na Philips Lighting, Christoph Herzig, sugere pensar nos postes inteligentes como “mobiliário digital que pode ser alugado”, sublinhando o potencial que o mobiliário de iluminação das ruas tem “para se tornar numa rede sem fios de alto desempenho e generalizada, que é essencial para a transformação digital de qualquer cidade”.

Para além da possibilidade de implementação de múltiplos sensores, por parte dos municípios e das operadoras, podem também ser acrescentadas luminárias, a diferentes alturas e posições, sendo que a luz  proveniente do poste pode ser controlada remotamente, através do sistema de gestão de iluminação de rua Philips CityTouch, contribuindo para o potencial de eficiência energética na iluminação pública e para o nível de segurança das ruas.

Os primeiros postes estão já instalados nas imediações da Fira Barcelona, onde decorre o Mobile World Congress.

Fonte: Smart Cities