Infraestrutura: os 4 pilares que sustentam a carreira

Um dos maiores propulsores de desenvolvimento de uma nação é a sua infraestrutura. Um país com uma infraestrutura adequada tem mais chances de crescer de maneira sustentável, gerando valor, renda e prosperidade para o seu povo. Investir em infraestrutura é uma das formas mais eficazes de gerar riqueza e crescimento.

Principalmente nos países em desenvolvimento, o investimento em infraestrutura é um dos principais motores do crescimento econômico, criando condições para ampliar o fluxo de bens e produtos dentro da sociedade. Como engenheiro, tenho uma tendência a ver a infraestrutura com um olhar técnico, tangível e mensurável. Atuando hoje como Coach Executivo no desenvolvimento de pessoas, passei a aprimorar o olhar sobre esta (e outras) questões. Neste artigo, gostaria de compartilhar este olhar, propondo analisar a infraestrutura em cada um dos seus principais elementos, extrapolando-os para seus efeitos na vida organizacional, na nossa performance individual e de carreira. Vamos a estes elementos:

1 – Logística

Ideias, coisas, serviços e produtos precisam ir e vir para gerar valor. Quanto mais seguro, eficiente e rápido melhor. E não estamos falando apenas de estradas e portos, mas também de redes comunicação, internet, sistemas bancários, transporte urbano, feiras de negócios, etc. Levar pessoas, coisas e serviços de um lado para outro é fundamental para fazer fluir os negócios de forma eficaz. Sob o ponto de vista individual, penso que é oportuno pensarmos no conceito de logística de maneira mais granular: organização pessoal, habilidade de trocar ideias, empreender, colocar planos em prática e nos deslocarmos com perspicácia e sabedoria gerando valor em todas as nossas interações. Quando recebemos a notícia de que o Brasil iria sediar a Copa do Mundo, muito se falou sobre os investimentos em infraestrutura que seriam feitos e no legado do evento para a sociedade. Pelo que vemos hoje, o legado é quase inexistente. Como indivíduos, o legado que deixamos é construído a cada momento em que interagimos com alguém. E a qualidade destas interações define a grandeza deste legado. E isto nos leva para o segundo elemento, a educação.

2 – Educação

Para prosperar, qualquer negócio precisa de pessoas capazes, inteligentes, educadas, confiantes e virtuosas. As empresas são feitas por pessoas. A educação não foi feita para empresas, mas sim para pessoas. Torná-las melhores em vários aspectos é o principal objetivo de uma educação de qualidade. A educação dever ser capaz de: desenvolver valores, consolidar bons hábitos, aprimorar a saúde (mental, física e espiritual) e habilidades técnicas e comportamentais. Devemos ter a capacidade de aprender uns com os outros. Perceba que estamos falando de educação de uma forma mais ampla, extrapolando seus efeitos para os mais diversos aspectos que envolvem a essência do ser humano.

3 – Civilidade e Cidadania

Este aspecto da infraestrutura refere-se a importância de construímos uma sociedade capaz de agir com respeito e generosidade. Uma sociedade livre de comportamentos nocivos como: corrupção, bullying e assédio moral. Um ambiente limpo, aberto, transparente para fomentar negócios de maneira saudável e sustentável. Uma sociedade com um espírito coletivo de colaboração, que possa gerar oportunidades do tipo “ganha-ganha”, livres de manipulações alimentadas pelo lucro fácil de muitos às custas da exploração de poucos.

4 – Segurança

Um ambiente 100% seguro é muito difícil de se conseguir. Porém, um nível mínimo de segurança é necessário para que os negócios possam prosperar, trazendo crescimento e desenvolvimento para as pessoas. Mas não estou falando apenas de segurança física provida formalmente por entidades públicas e privadas. Gostaria de abordar a segurança como um olhar mais amplo. Quando acordamos de manhã e vamos para os nossos afazeres, é fundamental nos sentirmos seguros para executar toda a qualquer atividade do nosso cotidiano: sair de casa e chegar seguro ao trabalho, participar abertamente das reuniões, discordar das pessoas sem medo de represálias, sentir-se seguro para compartilhar ideias, propor projetos, mudar cronogramas, sugerir alternativas, empreender, etc. Devemos fomentar um ambiente onde as pessoas se sintam seguras para agir e se expressar, sem receio de serem criticadas, julgadas ou condenadas.

Tudo isto vale para a construção de uma nação, mas também pode ser levado para o contexto das empresas. Este exercício pode ser muito útil para enfatizar a necessidade de construirmos uma nova liderança empresarial. Uma liderança capaz de criar um ambiente onde as coisas funcionem, sistemas sejam confiáveis, clientes sejam atendidos, recursos estejam disponíveis, reuniões sejam produtivas, ideias sejam acolhidas, pessoas sejam reconhecidas, colaboradores sejam tratados com dignidade e respeito, procedimentos não sejam usados como desculpas para um mau atendimento, etc. Conceber a infraestrutura desta forma mais ampla ajuda a elevarmos o nosso grau de comprometimento com o conceito. Todos somos responsáveis por construí-la. Afinal, hoje somos protagonistas neste processo.

“Tudo o que fazemos colabora para construir a infraestrutura, e esta obra será o nosso legado ao final da vida”

A tecnologia evoluiu muito nos últimos anos, trazendo inúmeras oportunidades de investimento em infraestrutura. Novos negócios exigem uma resposta rápida da sociedade organizada, sob o ponto de vista da sua regulação econômica. Como empreendedores individuais ou como colaboradores de uma empresa, temos que ficar atentos às potenciais mudanças que os diversos players podem imprimir no mercado. E estas mudanças podem surgir em função de lacunas de infraestrutura. Empresas como Uber, Airbnb e Netflix são bons exemplos.

“Investir em infraestrutura é sempre rentável e o lucro pode se manifestar em várias esferas de valor”

Em momentos de crise econômica, é muito oportuno analisar oportunidades de negócio que possam agregar valor ou trazer novas fontes de receita. Quais são as lacunas de infraestrutura que você identifica como oportunidades? Como anda a infraestrutura da sua carreira? Qual será o seu próximo investimento?

Artigos relacionados:

Como se tornar um líder que inspira confiança

7 dicas para se tornar um líder mais generoso

[E-Book Gratuito] Sabedoria tecnológica: como transformar conhecimento técnico em valor para a carreira

boxcolunistas-bruno