No país com aumento de gastos governamentais com armas. No país de Donald Trump, existe uma pequena cidade com pouco mais de 42.000 habitantes que é abastecida somente por energias renováveis. Burlington se encontra na fronteira dos Estados Unidos com o Canadá, no Estado de Vermont.
Burlington é uma das melhores cidades dos EUA para viver. Seus habitantes são orgulhosos da inveja que causam aos habitantes de outras urbes. Sua fama de ambientalista começou em 2004. Tomaram a decisão de não mais comprar energia da usina nuclear que a abastecia. A decisão requeria coragem e imaginação dos administradores e da população. Tudo que inexiste no Brasil. Hoje, a cidade dispõe de um “combo energético” formado por: biomassa (45%), hidroeletricidade (30%), eólica (24%) e solar (1%).
A energia é cobrada da população a preço de custo. É muito mais barata que em qualquer outra cidade dos EUA. Esse fator propiciou o nascedouro de inúmeras cooperativas, especialmente agrícolas.
Não há nada mágico em Burlington. A natureza não os regalou com mais horas de sol, como o fez com o Brasil. Eles também não tem ventos mais fortes e nem rios caudalosos. E essa não é uma cidade rica. Assim, se eles conseguiram uma mudança estrutural da maior importância, não há nada que explique não termos a coragem e imaginação necessárias.

VEJA O VÍDEO: