Uma pesquisa realizada em 1.100 domicílios, entre os anos de 2013 a 2016, aponta o Nordeste brasileiro como a região com maior número de ocorrências de acidentes com eletricidade, além da campeã no registro de vítimas desse tipo de ocorrência no país. Em 2016, 44 pessoas morreram devido a acidentes do tipo em Alagoas, que ocupou a 7ª colocação no ranking dos nove estados do Nordeste.

A pesquisa foi realizada pela Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade (Abracopel), em parceria com o Instituto Brasileiro do Cobre (Procobre), e compara dados dos de acidentes de origem elétrica. E durante os quatro anos de pesquisa, a região Nordeste foi a única que registrou aumento no número de acidentes com eletricidade.

Conforme o levantamento, o Brasil fechou o ano de 2016 com 281 acidentes dessa natureza a mais do que os registrados em 2013, quando foram contabilizadas 1.038 ocorrências.

Os dados revelam, ainda, o número de mortes por conta de choques elétricos, com o Nordeste novamente na liderança. Em 2016, 271 pessoas morreram na região, enquanto o Sudeste contabilizou 116 mortes, menos da metade, perfazendo 20% do total registrado no país, contra 45% da primeira região. Sul, Centro-oeste e Norte foram responsáveis por 18%, 10% e 7%, respectivamente.

Ainda segundo a pesquisa, choques que ocorrem em residências são a segunda principal causa de morte por eletricidade.

Fonte: gazetaweb.globo.com